Óbito

Vieira Monteiro: país deve muito a Queiroz Pereira

O presidente executivo do Banco Santander Totta, António Vieira Monteiro, intervém durante a divulgação dos resultados relativos ao 1.º semestre de 2018 do Santander Totta, Lisboa, 1 de agosto de 2018. MIGUEL A. LOPES/ LUSA
O presidente executivo do Banco Santander Totta, António Vieira Monteiro, intervém durante a divulgação dos resultados relativos ao 1.º semestre de 2018 do Santander Totta, Lisboa, 1 de agosto de 2018. MIGUEL A. LOPES/ LUSA

O presidente executivo do Santander Totta elogiou as capacidades do empresário, que lhe permitiram desenvolver "o maior grupo industrial português".

António Vieira Monteiro, presidente executivo do Santander Totta, lamentou esta segunda-feira a morte de Pedro Queiroz Pereira, “a quem o país muito deve pela geração de riqueza”.

O industrial, dono da Navigator e da Semapa, morreu no final do passado sábado, aos 69 anos, no seu iate, em Ibiza.

“Lamento muito o desaparecimento de Pedro Queiroz Pereira que, ao longo dos anos, fui conhecendo nas suas múltiplas qualidades e a quem o país muito deve pela geração de riqueza, de emprego e pela aposta numa economia projetada para o mundo”, afirmou Vieira Monteiro numa nota divulgada hoje.

“Foram essas notáveis capacidades que lhe permitiram reconstruir o universo empresarial familiar e desenvolver aquele que é hoje o maior grupo industrial português”, adiantou.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

Vieira Monteiro: país deve muito a Queiroz Pereira