Wi-Fi

Nova tecnologia para o Wi-Fi promete mudar as ligações sem fios

wi-fi 6
nova tecnologia wi-fi 6 wi-fi 6

Esta semana tornou-se num marco para o avanço da conectividade sem fios. É o início de uma nova era, a do Wi-Fi 6, a nova geração de ligações wireless

A associação internacional Wi-Fi Alliance, que desenvolve e regulamenta os padrões de rede sem fio, anunciou esta semana que vai passar a testar dispositivos já com as informações técnicas do novo standard.

Isso significa que, a partir de agora vai ser comum encontrar telemóveis, routers, tablets, portáteis e outros aparelhos que mencionam diretamente ter o Wi-Fi 6. O programa de certificação do Wi-Fi 6 promete trazer melhorias significativas para a rapidez e eficiência no acesso à internet.

O novo padrão é consideravelmente mais rápido que o atual. O grande ganho da nova tecnologia está na capacidade de suportar um número muito maior de dispositivos conectados a um mesmo router. Além da expectativa de uma conexão mais rápida e eficiente, será permitido, inclusive, o streaming de vídeos em 8K.

Embora seja o início para o programa de certificação, já há produtos com capacidade Wi-Fi 6 no mercado. Disso é exemplo o router TP-Link Archer AX11000 ou do Galaxy S10, da Samsung, que foi o primeiro telemóvel a disponibilizar a tecnologia. Os novos iPhone 11, revelados pela Apple também oferecem o Wi-Fi 6. Outros aparelhos antigos que atingirem os requisitos básicos também podem ser certificados retroativamente.

Esta medida é importante porque tem caráter oficial, mas na prática não irá prejudicar o consumidor que já possui aparelhos incompatíveis com a nova tecnologia. A grande diferença é que produtos lançados a partir de agora serão submetidos a testes para garantir a compatibilidade com o novo padrão.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Poupança das famílias subiu no 2º trimestre

Deco pede medidas urgentes para travar crédito ao consumo

Elisa Ferreira, António Costa. Fotografia: Álvaro Isidoro/Global Imagens

Elisa Ferreira. Minas de lítio têm de “compensar impacto ambiental”

O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira (E), e a ministra do Trabalho, Ana Mendes Godinho (D). Fotografia: ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo deixa cair referencial geral para aumento de salários

Nova tecnologia para o Wi-Fi promete mudar as ligações sem fios