Remunerações

Sabe decifrar a sua folha de ordenado? Veja como se apura o salário líquido

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

A maioria das pessoas tem bem presente quando ganha no final do mês, mas muitas desconhecem qual o valor do seu salário ilíquido.

A diferença entre aquilo que uma empresa paga ao seu trabalhador e o valor que este realmente recebe no final do mês é significativa e a distância é tanto maior quanto mais se ganha.

Há vários descontos a que os trabalhadores estão sujeitos. Ao IRS habitual, cuja ordem de grandeza (taxa de retenção na fonte) varia consoante o valor da remuneração e o tamanho do agregado familiar, junta-se ainda, para alguns trabalhadores, a sobretaxa.

Descontado o IRS, há que subtrair o desconto para a segurança social (sector privado e funcionários públicos admitidos de 2006 em diante) ou para a Caixa Geral de Aposentações (função pública). Neste caso o valor da taxa é igual para todos: 11%.
A empresa também faz um desconto para a Segurança Social (de 23,75%) por via da conhecida Taxa Social Única. Só que este não consta da folha salarial.

A esta teia de descontos há ainda que juntar uma contribuição de 3,5% para a ADSE, caso se seja funcionário público e tenha havido a opção de integrar ou manter este subsistema de saúde.

Quem tem subsídio de refeição pago em dinheiro cujo valor ultrapassa os 4,52 euros pagos à função pública verá o remanescente ser tributado em sede de IRS e segurança social. Se este subsídio é pago em cartão, apenas há isenção até aos 7,23 euros diários. Os 25 cêntimos de aumento que os funcionários públicos terão a partir de julho serão tributados.

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.
Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
apple one

Apple One junta vários serviços, chega a Portugal mas com limitações. O que tem

A  90ª edição da Micam, a feira de calçado de Milão, está agendada para os dias 20 a 23 de setembro, com medidas de segurança reforçadas. Fotografia DR

Calçado. Micam arranca este domingo e até há uma nova marca presente

Os ministros da Presidência do Conselho de Ministros, Mariana Vieira da Silva (C), Economia, Pedro Sia Vieira (E) e do Trabalho Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (D). MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Portugal é o quarto país da UE onde é mais difícil descolar do mínimo

Sabe decifrar a sua folha de ordenado? Veja como se apura o salário líquido