CONTEÚDO PATROCINADO

Agricultura e Produção Sustentável? “Considere os Factos!”

foto_abertura

O setor agrícola foi daqueles que registaram um desenvolvimento mais dinâmico nos últimos anos. Mas, apesar de todo este sucesso, que é crucial para a sustentabilidade do nosso país, é necessário não esquecer alguns factos que são de grande importância para este setor.

A atividade agrícola é hoje muito mais atrativa e a prova disso é que muitos jovens apostam cada vez mais num projeto de vida no mundo rural. O agricultor de hoje tem mais formação, as explorações agrícolas ganharam dimensão, organização e capacidade empresarial. Pela importância deste setor, existem diversas entidades preocupadas com o futuro do mesmo e dispostas a ajudar na sua evolução, que vai continuar a trazer muitos dividendos para Portugal.

A Anipla, Associação Nacional da Indústria para a Proteção das Plantas, é uma delas com o apoio da Associação Europeia de Proteção das Plantas (ECPA) e a participação de diversas associações nacionais de produtores, esta associação está a desenvolver uma campanha que pretende informar a população portuguesa para os temas da agricultura, evidenciando os desafios inerentes ao setor e apresentando factos relacionados com a ciência e tecnologia para a proteção das culturas. “Considere os Factos” para a promoção do conhecimento nacional em torno dos temas da sustentabilidade e segurança alimentar agrícola é o mote da mesma.

António Lopes Dias, diretor executivo da ANIPLA, explicou que “nos últimos anos temos assistido ao crescimento do número de movimentos e apelos públicos, baseados em factos pouco claros e com base em perceções vagas, que questionam os métodos e práticas da agricultura, e subestimam a realidade do trabalho e ciência em prole da proteção das culturas agrícolas”.

As mensagens da campanha apresentam factos que visam informar e esclarecer um crescente número de consumidores que pretende, cada vez mais, ser e estar informado sobre a realidade por detrás da produção de produtos alimentares. Informação essencial no momento em que a FAO, a organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura, apela à importância do controlo das pragas, doenças e infestantes das culturas, e alerta para as crescentes necessidades de alimentação de uma população mundial que continuará a aumentar até 2050.

Para esta Campanha, que a nível europeu está a ser desenvolvida pela Associação Europeia de proteção de plantas (ECPA) o lema: “With or Without” – o produtor nacional José Palha foi selecionado para integrar uma série de documentários breves sobre a produção agrícola europeia e os desafios na proteção das plantas.

Lançado este ano, o “FitoSíntese” é um espaço de informação aberto ao diálogo, pensado para ser uma “fonte” de conhecimento para todos aqueles que pensam (n)a agricultura.

O FitoSíntese nasce com o objetivo de incentivar a partilha e reflexão que faz falta à agricultura, explorando os mais diversos temas relacionados com a agricultura moderna e sustentável.

foto_central_1

Já a Smart Farm é uma quinta de demonstração que nasceu de uma parceria entre a Anipla e a Companhia das Lezírias e apresenta uma proposta de uma exploração agrícola segura e eficiente. Esta quinta-modelo tem como pressuposto a promoção de uma agricultura sustentável, assente em explorações agrícolas que sejam, em todos os momentos, seguras e eficientes. Seguras para o Homem e para o ambiente e eficientes do ponto de vista económico. O agricultor recebe um conjunto de boas práticas que deve aplicar na sua exploração para evitar fontes de poluição difusa ou pontual para a água.

foto_central_2

No caso do Cultivar a Segurança, este tem como objetivo promover boas práticas que protegem o agricultor na sua atividade agrícola, a sua vizinhança e terceiros, promovendo assim a saúde de quem permanece e de quem interage com produtos fitofarmacêuticos a exploração agrícola.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Primeiro-ministro, António Costa. Fotografia: NUNO FOX/LUSA

Costa: “Depois deste ano nada poderá ficar como antes”

Mário Centeno, ministro das Finanças, com Pierre Moscovici, comissário europeu. Fotografia: REUTERS/Rafael Marchante

Governo promete a Bruxelas ser bom aluno em 2018

António Mendonça Mendes, secretário de Estado dos Assuntos Fiscais

Mínimo de existência acaba com IRS para 54 mil recibos verdes

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Agricultura e Produção Sustentável? “Considere os Factos!”