publicidade

Português é o novo director criativo executivo da Y&R América

João Coutinho

O português João Coutinho e o novo director criativo executivo da Young & Rubican da América do Norte.

É a primeira vez que a agência, sediada em Nova Iorque, tem esta posição na estrutura.

Transita da Grey de Nova Iorque, onde era group creative director. Reportando ao chief creative officer da agência, Leslie Sims, o Criativo no Mundo, vencedor de mais de uma dezena de leões no Cannes Lions, bem como Grand Prix, vai gerir “a visão criativa para todas as contas chave e contribuir para novas oportunidades de novos negócios em toda a região”, justifica a agência em comunicado.

Dell, MTV, Bel e JP Morgan Chase, Xerox, Campbell’s são alguns dos clientes trabalhados pela agência.

“A oportunidade de ajudar o Leslie a construir a cultura criativa da Y&R América do Norte e a oportunidade para a qual trabalhei toda a minha carreira”, diz Coutinho.

“O espírito criativo do João é absolutamente contagiante. Ele tem sido a força por trás de ideias que se tornam parte da cultura e envolveu e tocou verdadeiramente pessoas de todo o mundo. Não só a sua lista de realizações é impressionante, como ele e uma das pessoas mais simpáticas e terra a terra que podemos conhecer. Estamos muito felizes de o acolher no momento em que reforçamos a nossa liderança criativa na América do Norte, diz Leslie Sims.

Na Grey, o criativo português trabalhou clientes como Volvo, Canon, Bosch e P&G, entre outros. O seu trabalhou ajudou a agência a ganhar por dois anos consecutivos o prémio de agência mais premiada do ano no Cannes Lions. Foi multipremiado com a campanha Guns with History, para a States United to Prevent Gun Violence. Com o seu dupla Marco Pupo criou Highway Robbery, para a Volvo.

Chegou aos Estados Unidos vindo da Ogilvy de São Paulo que ajudou a ser agência do ano no Cannes Lions em 2013: ganhou um Grand Prix e sete Leões. Foi considerado um dos 10 top diretores de arte a nível mundial pelo Cannes Report de 2013.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: ANTÓNIO CARRAPATO/LUSA

Maior credor de Portugal:juros baixos são temporários em países com rating fraco

O ministro das Finanças, Mário Centeno. Fotografia: ANTÓNIO CARRAPATO/LUSA

Maior credor de Portugal:juros baixos são temporários em países com rating fraco

(Fotografia: Carlos Manuel Martins/ Global Imagens)

Funcionários do SEF, Fisco e Segurança Social detidos em megaoperação da PJ

Outros conteúdos GMG
Português é o novo director criativo executivo da Y&R América