Coronavírus

1289 mortos e 30200 casos de covid-19 em Portugal

covid 19 portugal casos coronavirus DGS
Fotografia: Laurent Gillieron/EPA

Já há 1289 mortos e 30200 casos de covid-19 em Portugal, segundo dados divulgados esta sexta-feira no boletim epidemiológico da Direção Geral de Saúde (DGS). Morreram mais 12 pessoas nas últimas 24 horas.

A taxa de letalidade global é de 4,3% e a taxa de letalidade acima dos 70 anos é de 16,3%.

O número de doentes recuperados é de 7590 (mais 1138 do que ontem). Há 576 pessoas infetadas internadas (menos 32), 84 nos cuidados intensivos (menos oito casos). 68,7% dos casos encontram-se a recuperar no domicílio.

Segundo a DGS os sintomas de covid-19 registados são: febre em 29% dos casos, tosse em 41%, dificuldade respiratória em 12%, cefaleia em 20%, dores musculares em 21% e fraqueza generalizada em 15%.

O relatório de situação da DGS aponta agora para 306 171 casos suspeitos desde o início do ano, dos quais 273 714 não confirmados e 2257 pessoas a aguardar resultado laboratorial. Estão em vigilância pelas autoridades de saúde 26 198 pessoas em Portugal.

O Norte regista o maior número de óbitos, 725, seguindo-se Lisboa e Vale do Tejo com 300, a região centro com 233, os Açores com 15, o Algarve com 15 e o Alentejo com um morto. Na Madeira não há mortos a lamentar.

Já são sete os concelhos em Portugal com mais de 1000 casos confirmados do novo coronavírus: Lisboa lidera com 2107, seguem-se Vila Nova de Gaia com 1535, Porto com 1337, Matosinhos com 1257, Braga com 1199, Gondomar com 1065 e Sintra com 1006.

DGS covid-19

Aumento de 12% no número de casos por 10 mil habitantes em 15 dias

O número de casos confirmados de covid-19 em Portugal era de 29,1 por cada 10 mil habitantes na quarta-feira, um aumento de 12% em relação a 6 de maio, segundo dados do INE divulgados esta sexta-feira.

“O número de casos confirmados com a doença covid-19 por 10 mil habitantes foi acima do valor nacional em 53 municípios”, refere também a publicação do Instituto Nacional de Estatística (INE) “Covid-19: Uma leitura territorial do contexto demográfico e do impacto socioeconómico”.

Ventilador português nasceu em 45 dias para combater covid-19

O CEiiA partilhou um vídeo onde mostra o processo de criação do ventilador português Atena, narrado pelo diretor de projeto Tiago Rebelo. Uma ajuda no combate ao covid-19.

Em pouco mais de dois minutos de vídeo, é recordado o processo de desenvolvimento do Atena, aquele que é o primeiro ventilador português e que em breve chegará além-fronteiras.

Famílias portuguesas já perderam 3,9 mil milhões

Cada família portuguesa perdeu, em média, 944 euros desde o início da crise provocada pela pandemia de covid-19.

Cada família portuguesa perdeu, em média, 944 euros desde o início da crise provocada pela pandemia de covid-19, ascendendo o prejuízo total a 3,9 mil milhões de euros, segundo um estudo da Deco hoje divulgado.

Sintomas do novo coronavírus:

Coronavírus - sintomas

LEIA AQUI TODA A COBERTURA SOBRE O NOVO CORONAVÍRUS

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
dbrs-1060x594

DBRS mantém rating de Portugal em ‘BBB’ e perspetiva estável

O primeiro-ministro, António Costa, intervém durante a cerimónia de assinatura de declaração de compromisso de parceria para Reforço Excecional dos Serviços Sociais e de Saúde e lançamento do programa PARES 3.0, no Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, em Lisboa, 19 de agosto de 2020. ANDRÉ KOSTERS/LUSA

“Na próxima semana podemos chegar aos 1000 casos por dia”, avisa Costa

App Stayaway covid

App Stayaway Covid perto do milhão de downloads. 46 infetados enviaram alertas

1289 mortos e 30200 casos de covid-19 em Portugal