Coronavírus

Governo cria linha telefónica disponível 24 horas para apoio a lares

A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (E), a ministra da Saúde, Marta Temido (D), o presidente da Comissão de Trabalho e Segurança Social, Pedro Roque (2-E), e a vice-presidente da Comissão, Diana Ferreira (2-D), participam na audição conjunta perante os deputados da Comissão, na Assembleia da República, em Lisboa, 16 de setembro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA
A ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho (E), a ministra da Saúde, Marta Temido (D), o presidente da Comissão de Trabalho e Segurança Social, Pedro Roque (2-E), e a vice-presidente da Comissão, Diana Ferreira (2-D), participam na audição conjunta perante os deputados da Comissão, na Assembleia da República, em Lisboa, 16 de setembro de 2020. ANTÓNIO COTRIM/LUSA

Governo vai criar uma linha telefónica de apoio de apoio aos lares e avançar com testagem a covid-19 de trabalhadores por níveis de risco.

O anúncio foi feito pela ministra do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social, Ana Mendes Godinho, que está a ser ouvida no parlamento, juntamente com a ministra da Saúde, Marta Temido, sobre os surtos de covid-19 nos lares de idosos.

Na sua intervenção, a ministra do Trabalho anunciou que está previsto um reforço das 18 brigadas de prevenção espalhadas por todos os distritos do país, a criação de uma linha telefónica de apoio aos lares que irá funcionar 24 horas por dia e sete dias por semana, além de testagem de trabalhadores com critérios de níveis de risco.

As duas responsáveis afirmaram que tem havido um acompanhamento da situação nos lares desde março, foram implementadas as medidas necessárias para uma situação que apanhou todos desprevenidos e que não é verdade que estejam a “correr atras do prejuízo”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Restaurante de praia 
 Maré at Pine Cliffs 
(Maria João Gala /Global Imagens)

Pandemia faz disparar desemprego, mas verão alivia alguns setores

(JOSÉ COELHO/LUSA)

Cadeias de retalho contra desfasamento de horários. Aguardam publicação da lei

hipermercadocontinente-10-512c7deb70a7ca55484e2abb8c98e447c8dae639

Banco de Horas.Depois do não adiamento, Continente e Fnac avançam para referendo

Governo cria linha telefónica disponível 24 horas para apoio a lares