Superbrands

Opinião.Ter a melhor equipa quando ser startup está na moda

miguel

Tive (e tenho) os melhores ao pé de mim, e creio que esse é um dos ingredientes fundamentais para se construir uma startup e uma empresa de sucesso

Quando lancei a minha empresa, em 2008, sabia onde queria chegar, mas pouco conhecia do mundo empresarial e ainda menos sabia sobre brinquedos. Nessa altura começava a falar-se no empreendedorismo, em business angels que acreditavam em ideias de negócio e nelas investiam com capital e alguns conselhos e orientação. Tive a sorte de conseguir reunir isso tudo, quando ser uma startup ainda não estava na moda.

Melhor ainda, tive o que posso chamar de sorte em conseguir convencer os melhores para se juntarem a mim, quando o negócio ainda era incerto, quando ainda batia de porta em porta para convencer os principais retalhistas a venderem os nossos produtos, quando ainda não sabia se iria conseguir chegar onde ambicionava. Tive (e tenho) os melhores ao pé de mim, e creio que esse é um dos ingredientes fundamentais para se construir uma startup e uma empresa de sucesso.

Há dez anos era difícil convencer os melhores a largarem os seus empregos fixos, com um bom ordenado e um horário certinho, para se arriscar na loucura e incerteza de uma startup. Hoje ser startup está na moda, e isso não é necessariamente mau. Existem mais bons profissionais com predisposição para arriscar e lutar pelo sonho de uma ideia, de um empreendedor, mas existem também muitas mais sonhos e ideias para se escolher arriscar.

Hoje deparo-me com uma realidade muito diferente no que se refere ao desenvolvimento de uma cultura empresarial forte dentro de uma startup. E existem cinco passos que considero fundamentais para se conseguir ter e manter a melhor equipa na realidade atual de uma startup:

Transparência: a transparência é uma das questões mais relevantes dentro de qualquer organização. Ser transparente dá confiança a quem nos rodeia, uma empresa sem segredos é um primeiro passo para ter uma empresa mais forte em que todos se sentem integrados e podem contribuir para o seu sucesso.

Agradecer: o reconhecimento está no topo de prioridades de todos os colaboradores e uma parte muito significativa do reconhecimento é feito através do agradecimento. É uma das formas que considero mais poderosas para motivar pessoas, tem de ser feito com sabedoria e momentum, sendo sempre preferível a mais do que a menos.

Comunicar: a falta de comunicação é um dos maiores problemas na sociedade de hoje em dia. Comunicar acontecimentos relevantes, resultados, decisões estratégicas é uma das mais importantes ferramentas dentro de uma organização. A comunicação tem sempre dois sentidos, comunicar com os colaboradores e saber sempre o que os preocupa de forma a poder resolver os problemas deles que muitas vezes são os mesmos da empresa.

Ser o Exemplo: ser o exemplo marca, ser o exemplo inspira, ser o exemplo é o elemento mais motivador de qualquer equipa. Sem se ser o exemplo daquilo que queremos numa equipa, será praticamente impossível construir a melhor equipa numa startup.

Ser mais que uma equipa, ser uma irmandade: quando conseguimos construir uma irmandade, é porque a probabilidade de termos a melhor equipa no mundo connosco é bastante elevada. Isto quer dizer que temos uma família em que todos se protegem e todos lutam uns pelos outros e pelo mesmo objetivo. E quando isto acontece, o céu é o limite, tudo é possível.

Fundador e CEO da Science4you

 

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Hoje
Fotografia: Filipe Amorim/Global Imagens

Analistas: “Decisão da Anacom poderá ter condenado o êxito da operação”

José Carlos Lourenço, Chief Operations Officer do Global Media Group (Nuno Pinto Fernandes / Global Imagens)

Prémios M&P. José Carlos Lourenço eleito Personalidade de Media

(Fábio Poço / Global Imagens)

Desempregados inscritos nos centros de emprego sobem 0,5% em agosto

Outros conteúdos GMG
Conteúdo Patrocinado
Opinião.Ter a melhor equipa quando ser startup está na moda