A Vida do Dinheiro

"Espero que Bruxelas aprove o plano de reestruturação em maio"

O chairman da TAP diz que o plano de reestruturação da empresa deve ser aprovado por Bruxelas neste mês e que um despedimento coletivo ainda não pode ser descartado. "Esse seria o nosso objetivo, que não houvesse despedimento coletivo. Não posso dar aqui nenhuma garantia que isso não venha a ocorrer", afirma, em entrevista. Defende ainda que "a decisão de salvar a TAP" trará retorno à economia e quanto à Groundforce, avança que o único cenário que está excluído é a nacionalização.