João Cepeda

O turismo é a nossa Porquinha Peppa

O prémio para o episódio mais bizarro da semana vai para o homem mais bizarro da política, Boris Johnson, mas desta vez com uma mensagem relevante perdida no meio do folclore mediático. Para quem não viu, o momento aconteceu na conferência anual da Confederação Britânica da Indústria, a mais importante reunião dos empresários ingleses, onde Johnson decidiu surpreender tudo e todos com um longuíssimo elogio à Porquinha Peppa. O público fez um sorriso amarelo, os media abocanharam-se à falta de bom senso e a lição, que era boa - o preconceito com que olhamos alguns negócios e setores é tóxico e ignorante -, perdeu-se pelo caminho.

João Cepeda

Investir na Web Summit é estúpido ou faz sentido?

É dos poucos assuntos que conseguiu a proeza de interromper a ópera bufa da nossa política nacional: a Web Summit. Sendo mais rigoroso, os resultados da Web Summit na economia nacional, já que o que se passa lá dentro nunca dá sumo para notícias. Os resultados sim, são escrutinados ao pormenor e na maioria das vezes chumbados. Fica sempre a ideia de que correu mal, foi fraquinho, ficou aquém da expectativa, não justificou os milhões que lá gastámos. É o exemplo mais redondo da nossa miopia económica.

João Cepêda

A Comporta importa. Mas pouco

Ponha o dedo em Alcácer do Sal. Faça uma linha para a esquerda até chegar à Comporta e daí para baixo, junto ao mar, outra até Melides. Agora vire para o lado até tocar em Grândola e volte ao ponto inicial. Acabou de desenhar o retângulo que mais dinheiro pode trazer a Portugal nas próximas décadas. Sem minas de lítio nem fábricas de automóveis, só turismo. A única área que já produziu uma tendência de consumo mundial (facto) e a única que, aos dias de hoje, nos pode fazer prescindir do turismo de massas.