Coronavírus

Facebook e Google vão permitir trabalho remoto até ao final do ano

Google investimento Portugal
Foto: Paweł Czerwiński / Unsplash

O Facebook anunciou que permitirá que os trabalhadores continuem a trabalhar a partir de casa até ao final deste ano, tal como a Google.

Ao longo das últimas semanas, os trabalhadores do Facebook e Google têm estado a trabalhar de forma remota, à semelhança de várias empresas um pouco por todo o mundo. Embora tenha sido avançado que haverá a reabertura dos escritórios nos próximos meses, tanto Facebook como a Google vão prolongar o teletrabalho até ao final do ano.

De acordo com a agência Reuters, um porta-voz do Facebook avançou que os trabalhadores poderão continuar em casa ao longo dos próximos meses, devido à covid-19. “Todos os colaboradores que possam realizar o seu trabalho remotamente poderão continuar a fazê-lo até ao final do ano”.

Com escritórios em vários pontos do globo, a empresa revelou ainda que espera que a maior parte dos espaços que tem fiquem encerrados até dia 6 de julho, anunciou o porta-voz do Facebook.

Devido a casos positivos de covid-19, o Facebook encerrou gradualmente vários escritórios ainda antes de serem decretadas as medidas de lockdown em vários países, como aconteceu com os espaços de Londres ou Seattle, ainda no início de março.

No caso da Google, Sundar Pichai, o CEO da tecnológica, já tinha referido que preparava a abertura dos escritórios da empresa para junho e julho. Segundo avança o The Information, o líder da Google permitirá aos trabalhadores a continuidade de trabalho remoto até ao fim de 2020, caso tenham tarefas possíveis de desempenhar à distância.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Governo cria complemento salarial até 350 euros para trabalhadores em lay-off

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa, 04 junho 2020, realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda, em Lisboa.     MANUEL DE ALMEIDA / POOL/LUSA

Banco de Fomento para Portugal com “aprovação provisória”

O primeiro ministro, António Costa, fala aos jornalistas durante a conferência de imprensa realizada no final da reunião do Conselho de Ministros, no Palácio da Ajuda,  em Lisboa, 29 de maio de 2020. O Governo decidiu adiar a passagem para a terceira fase de desconfinamento na Área Metropolitana de Lisboa e criou regras especiais, sobretudo em atividades que envolvem “grande aglomerações de pessoas”.  MANUEL DE ALMEIDA/POOL/LUSA

Trabalhadores em lay-off passam a receber entre 77% e 92% do salário

Facebook e Google vão permitir trabalho remoto até ao final do ano