Coronavírus

IP aposta em nova sinalética nas estações ferroviárias

Trabalhadores da plataforma logítica de Azambuja. (Leonardo Negrão / Global Imagens)
Trabalhadores da plataforma logítica de Azambuja. (Leonardo Negrão / Global Imagens)

As estações ferroviárias passam a dispor de nova sinalética e materiais informativos sobre as medidas de combate à covid-19.

As estações ferroviárias passam a dispor de nova sinalética e materiais informativos sobre as medidas de combate à covid-19, inclusive uso obrigatório de máscara, anunciou a Infraestruturas de Portugal (IP), destacando a intervenção na linha da Azambuja.

“No cumprimento das orientações acordadas com o governo, com o objetivo de minimização dos riscos na linha da Azambuja, a IP está a efetuar um reforço da sinalética ao nível do pavimento no apeadeiro do Espadanal”, avançou a empresa, explicando que os avisos alertam os utentes para se distribuírem ao longo do espaço disponível na plataforma, assim como para a utilização das escadas para assegurar o distanciamento físico.

A linha ferroviária da Azambuja, no distrito de Lisboa, tem levantado preocupações após a identificação de casos positivos de covid-19 entre os trabalhadores de empresas que operam no concelho, nomeadamente 103 infetados na Avipronto e 76 casos positivos na Sonae.

A 2 de maio, o presidente da Câmara Municipal de Azambuja, Luís de Sousa, alertou para as condições em que operam os comboios, o principal meio de transporte utilizado pelos trabalhadores para se deslocarem para o parque industrial daquele concelho, defendendo que a Comboios de Portugal (CP) deve aumentar o número de carruagens, evitando assim que os passageiros viajem “como sardinhas em lata”.

Dias depois, a 11 de maio, o Governo pediu uma reunião à CP para discutir as condições de transporte dos passageiros que trabalham nas empresas de logística de Azambuja, devido aos casos da covid-19.

Segundo dados divulgados pelo Ministério das Infraestruturas, em 11 de maio, o primeiro comboio da linha da Azambuja que chegou à estação do Espadanal, que serve a plataforma logística, trazia 108 pessoas a bordo, numa automotora que tem capacidade para 700 pessoas, ou seja, registou uma lotação, em hora de ponta, de “15,4%, um valor muito inferior aos 2/3 permitidos por lei”.

Apesar destes números, o presidente da Câmara Municipal de Azambuja disse que as autoridades vão reforçar a vigilância nas saídas dos comboios na estação do Espadanal, para evitar aglomerações de passageiros e prevenir o contágio da covid-19.

Hoje, a empresa IP informou que, na zona da plataforma e nas escadas de acesso do apeadeiro do Espadanal, foi colocada diversa sinalética com indicação da obrigatoriedade do uso de máscaras dentro das estações e quando se utiliza o transporte ferroviário e de sensibilização para o cumprimento das medidas individuais de higienização.

“Foi ainda efetuado o reforço temporário de vigilantes no apeadeiro para promover a sensibilização e o cumprimento das recomendações junto dos utilizadores”, referiu a IP, empresa responsável pela rede ferroviária.

Além da intervenção na linha da Azambuja, a IP está a reforçar as medidas de combate ao covid-19 nas estações ferroviárias em Portugal, com a colocação de nova sinalética e materiais informativos.

“Este reforço tem como objetivo sensibilizar os utentes do transporte público ferroviário para a necessidade de cumprimento das regras de distanciamento físico, da obrigatoriedade de utilização de máscara, de higienização das mãos, da etiqueta respiratória, de circulação em escadas, recomendação para não utilização de elevadores e de sustentabilidade ambiental”, referiu a empresa.

Complementarmente a estas ações, a IP tem desenvolvido “um elevado número de intervenções de limpeza, principalmente nas estações ferroviárias com maior afluência, bem como o aumento significativo da periodicidade das atividades de desinfeção dos espaços utilizados pelos utentes”.

Portugal contabiliza 1.289 mortos associados à covid-19 em 30.200 casos confirmados de infeção, segundo o último boletim diário da Direção-Geral da Saúde (DGS) sobre a pandemia.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
Ilustração: Vítor Higgs

Indústria têxtil em força na principal feira de Saúde na Alemanha

O Ministro das Finanças, João Leão. EPA/MANUEL DE ALMEIDA

Nova dívida da pandemia custa metade da média em 2019

spacex-lanca-com-sucesso-e-pela-primeira-vez-a-nave-crew-dragon-para-a-nasa

SpaceX lança 57 satélites para criar rede mundial de Internet de alta velocidade

IP aposta em nova sinalética nas estações ferroviárias