Coronavírus

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”

Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.
Algarve, Portugal. Fotografia: D.R.

A Região de Turismo do Algarve lançou uma campanha em que apela aos portugueses para ficarem em casa mas no pós-pandemia regressarem à região.

Com a Páscoa à porta, o setor do turismo sabe que este ano será atípico. Com muitos hotéis encerrados e com todas as limitações existentes, o setor tenta sensibilizar o País para a necessidade de, nesta altura, ficar em casa e voltar a passear dentro de portas assim que estejam reunidas as condições para tal.

Foi por isso que a Região de Turismo do Algarve decidiu lançar uma campanha nas redes sociais em que “apela a que os portugueses fiquem em casa para depois poderem regressar à região com ainda mais saudade, num futuro esperançoso pós-pandemia Covid-19”. O mote do vídeo é “Adie as férias, mas não o coração. Afinal, haverá sempre Algarve”.

O vídeo deixa uma mensagem especial como reação ao surto do Covid-19. Usa imagens de arquivo “que tentam recordar os motivos pelos quais vale a pena esperar para voltar a visitar a região após a pandemia”.

“Quisemos transmitir aos portugueses neste momento tão delicado que fiquem em casa e em segurança, adiando as férias, já que o Algarve e os algarvios continuarão no mesmo sítio para os receber de braços abertos quando tudo passar”, explica João Fernandes, presidente da Região de Turismo do Algarve, em comunicado.

A RT está também a apoiar o setor empresarial, que está ser muito afetado pela pandemia, tendo lançado já a campanha “Ontem, como hoje, estamos cá para ajudar”, que visa dar esclarecimentos sobre os “novos apoios disponíveis para mitigar as consequências económicas do novo coronavírus numa região que depende do turismo”.

Comentários
Outras Notícias que lhe podem interessar
Outros conteúdos GMG
Hoje
O primeiro-ministro, António Costa. JOÃO RELVAS/POOL/LUSA

Centros comerciais e Lojas do Cidadão em Lisboa encerrados até 04 de junho

Fotografia: D.R.

Teletrabalho continua obrigatório para grupos de risco e pais sem escola

Movimento de utentes numa estação do Metropolitano de Lisboa, durante a pandemia da covid-19, em Lisboa, 19 de maio de 2020. MANUEL DE ALMEIDA/LUSA

AML quer mais oferta de transportes e reforço da higienização

Algarve lança campanha. “Fiquem em casa para regressarem com mais saudade”